Benefícios das sementes...

 :: 

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Benefícios das sementes...

Mensagem  Admin em Ter Jun 23, 2009 5:51 am

Quais os benefícios destas sementes tão benéficas para a saúde e ainda tão desconhecidas da maioria das pessoas? Leia este artigo da revista Nova Cosmopolitan, edição brasileira, que diz tudo:



Os valores nutricionais dessa pequena semente, dourada ou marrom, que cresce na China, nos EUA, no Canadá, na Europa e agora no Brasil, já são bem conhecidos. Rica em proteínas, fibras, vitaminas e minerais, ela está incorporada à massa de vários pães e biscoitos. A novidade agora são os estudos que indicam a linhaça como a principal fonte de ácidos graxos do tipo ômega 3, que combatem as obstruções nas artérias, causadoras de doenças cardíacas.



Até hoje, as fontes mais conhecidas de ômega 3 eram os peixes de águas profundas. Pesquisas já comprovaram que o óleo de linhaça tem 60% de ômega 3, enquanto o óleo de salmão tem 30%. "Os ômega ajudam na construção de moléculas de hemoglobina, que carregam o oxigênio pelo sangue, e exercem uma ação antioxidante e de renovação celular", esclarece Marco Ortis, clínico geral e nutricionista de Vitória.



"Ácidos graxos essenciais, como os ômega, estimulam a produção de prostaglandinas, compostos que melhoram a circulação sanguínea e removem o excesso de sódio dos rins, diminuindo a retenção de líquidos, inclusive durante o período pré-menstrual", afirma Barbara Wren, nutricionista do College of Natural Nutrition de Devon, na Inglaterra.



Mas não é só isso. Segundo estudos realizados pela professora canadense de Ciências de Nutrição Lilian Thompson, a semente de linhaça ajuda na prevenção do câncer de mama por neutralizar a ação do estrógeno sobre essa glândula. "Além de ser fonte de ômega, a semente tem componentes ricos em fitoesteróides (as lignanas), substâncias que imitam a ação do estrógeno", explica Dirceu Pereira, diretor médico da Profert - Reprodução Humana, de São Paulo. No entanto, os hormônios de origem vegetal são bem mais fracos e praticamente não têm efeito negativo sobre as células do tecido mamário. Eles conseguem enganar os receptores do estrógeno, bloqueando sua ação.



COMO USAR A LINHAÇA



A semente de linhaça precisa ser moída (no liquidificador ou no moedor de café). Como é muito pequena e sua casca é espessa, fica difícil rompê-la durante a mastigação para aproveitar seus nutrientes. A dose diária varia dependendo da orientação médica. A sugerida pela dra. Lilian Thompson é de 25 g (cerca de duas colheres de sopa).



O óleo comestível de linhaça prensado a frio pode ser usado para temperar a salada de sua preferência. Os médicos indicam duas colheres de sopa diárias.

Embora tanto o óleo quanto a semente de linhaça sejam fontes de ômega, o dr. Dirceu Pereira dá preferência ao consumo das sementes por também serem ricas em fibras (seu intestino agradece) e em fitoesteróides.



Vitamina matinal: deixe duas colheres (sopa) de sementes de linhaça de molho na noite anterior junto com duas tâmaras ou ameixas em um copo de água. De manhã, acrescente mais um copo de água e bata no liquidificador. Em seguida, adicione uma banana e uma pitada de canela e bata novamente. Não há constipação intestinal que resista!

A farinha também pode ser adicionada ao prato de salada ou à porção de arroz na hora de comer. Atenção: se for colocada antes, costuma melar a comida.





A apresentadora Xuxa, 45 anos, é uma das celebridades que se rendeu à linhaça. No café da manhã, ela costuma tomar uma vitamina: "Misturo duas colheres (sopa) de sementes moídas em um copo de diet shake batido com água", descreve a cozinheira Maria Ferreira. A receita é do clínico geral e homeopata carioca Márcio Bontempo, que é também especialista em Nutrição Natural.




"Por possuir componentes semelhantes ao estrógeno, a semente de linhaça também funciona como uma reposição hormonal natural", explica o médico. Ela atua de forma parecida à da soja, que possui a isoflavona, outro fitoesteróide que imita o hormônio feminino.



A Universidade de Monash, na Austrália, comprovou essa característica numa pesquisa com pacientes que consumiram um complemento diário de farinha de linhaça. O resultado foi inequívoco: diminuição dos sintomas da menopausa, como suores, dores de cabeça e insônia, em 80% das mulheres. Houve ainda redução no colesterol e no peso.



Por todas essas razões, a linhaça está conquistando espaço entre os chamados alimentos funcionais, aqueles que, além dos nutrientes clássicos, contêm elementos capazes de prevenir doenças. Para regularizar o intestino, a atriz Claudia Alencar, 58 anos, incorporou a semente (rica em fibras) em sua alimentação por recomendação do nutricionista carioca João Curvo. "Coloco uma colher (sopa) de sementes de molho em um copo de água à noite e, no outro dia pela manhã, bebo a água com as sementes."



Benefícios, pelo visto, não faltam a essa planta de origem asiática, cujo cultivo é milenar. Isso mesmo. Sementes de linhaça foram achadas em tumbas egípcias. Na Idade Média, elas chegaram a ser usadas como amuleto contra a feitiçaria. Atualmente, seus poderes vêm sendo cada vez mais divulgados e - pode apostar - em breve se tornará um grão tão popular quanto a soja.

Admin
Admin

Número de Mensagens: 41
Data de inscrição: 11/01/2009

Ver perfil do usuário http://reikiparatodos.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 :: 

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum